Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

primeira peregrinação pela ferrovia do Contestado

Imagem
 home livro de bordo artigos calculadoras utilidades morse biorritmo sobre Durante a  primeira peregrinação pela ferrovia do Contestado, cobri apenas uma pequena parte do trecho Porto União/SC a Marcelino Ramos/RS. Nesta segunda visita à região, procurei cobrir esta lacuna, e também revisitei alguns arredores de Porto União. Para quem não leu o outro artigo, "Ferrovia do Contestado" é a denominação informal do trecho catarinense da ferrovia Itararé-Uruguai: a primeira ligação terrestre "rápida" entre SP e RS e dali para os países platinos. Primeiro diaO primeiro dia foi despendido basicamente no deslocamento até Porto União/SC, e na visitação da região em torno, cobrindo alguns pontos que ficaram a descoberto no primeiro passeio: antigo pátio de cargas, cachoeira do "km. 13", Legru e Timbó.
Figura 1: Ponte ferroviária sobre o Rio Timbó, próximo à foz no Rio Iguaçu Como o rio Timbó está a leste de Porto União, minha intenção inicial era margear o rio até a…

O histórico do desmonte das ferrovias no Brasil

Imagem
SEG, 11/06/2012 - 13:00 21 Comentários no post "A tradição de abandonar investimentos ferroviários no Brasil" Por Cléber Sérgio Permita-me acrescentar que o sucateamento das ferrovias começou um pouco antes da ditadura militar. Já nos anos JK o transporte ferroviário foi sendo abandonado em prol do rodoviário, o que implicou priorizar a indústria automobilística e explandir as rodovias. A ditadura militar exponenciou tal processo e a privatização da RFFSA jogou a última pá de cal sobre nossas ferrovias, que hoje têm uma ínfima participação na logística de transportes nacional, sem falar irrisório número de passageiros transportados sobre trilhos nas pouquíssimas linhas que restam. É interessante dizer que o Brasil é o único dos países de dimensão continental que promoveu tal processo de desmantelamento do modal ferroviário. Falar sobre as inúmeras vantagens do modal de transportes ferroviário (trens de carga, de passageiros, metrôs, vlt's etc) sobre o rodoviário é chover …

Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (1965-1975) RFFSA (1975-1996)

Imagem
Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (1965-1975)
RFFSA (1975-1996)CORREIA PINTO 
Município de Correia Pinto, SCTronco Principal Sul - km 628,045 (1989)SC-1399Inauguração: 01.05.1965Uso atual: fechadacom trilhosData de construção do prédio atual: n/dHISTORICO DA LINHA: O Tronco Principal Sul, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, foi entregue em partes: entre os anos de 1963 e 1965, uniu as cidades de Mafra e Lajes - daí o nome da linha Mafra-Lajes, e foi construída pelos 2o Batalhão Ferroviário. Esse trecho transportou passageiros até 1978. Entre os anos de 1967 e 1969, foram entregues os trechos ligando Lajes a Roca Salles, no RS, mas este sem o transporte de passageiros. O trecho entre as estações de General Luz e Roca Salles foi aberto aos poucos durante os anos 1960, como continuação do Tronco Principal Sul. Também passaram trens de passageiros entre Montenegro-Nova e General Luz, e mesmo assim, apenas até por volta de 1978. Hoje pela linha trafegam os cargueiros da ALL, que ass…