Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

As Pirâmides!

Imagem
Pirâmides do EgitoDurante o período de aproximadamente um milênio (entre 2630 e 1640 a.C.) os egípcios construíram suas famosas pirâmides, dentre as quais três delas assombram o mundo até hoje. A mais antiga que se conhece data da III dinastia e era constituída por mastabas sobrepostas formando degraus.
O idealizador deste tipo de construção foi o sábio Imhotep, proeminente figura do reinado do faraó Djoser.
Essa é provavelmente a única pirâmide desse tipo que foi concluída.
No início da IV dinastia as pirâmides começaram a ser construídas com suas paredes inclinadas e não mais em forma de degraus, sendo que as últimas datam da XII dinastia.
As Mastabas Até o final da II dinastia os túmulos dos soberanos e dos nobres egípcios eram constituídos de uma câmara funerária cavada profundamente no solo, sobre a qual se erigia uma estrutura baixa, de paredes verticais, de teto achatado, com base retangular, construída com tijolos de lama cozidos ao…

Eletrecidade estástica!

Imagem
ELETRICIDADE ESTÁTICA
Enviado por Rafael Lima (CPD) Fonte: www.guiadohardware.com.br

A eletricidade estática é um fenômeno causado pelo atrito de materiais isolantes (como o carpete e o solado do seu sapato e o ar seco). Esse atrito faz com que os elétrons sejam "arrancados" da superfície de um dos materiais e armazenado em outro corpo (o seu corpo) e que quando encostado a um outro corpo (humano ou não) se descarrega violentamente causando a pequena faísca (relâmpago). Você pode observar esse fenômeno também nos carros (é muito comum levar choque ao descer de carros no inverno, quando o ar está muito seco) e caminhões (por isso que nos caminhões o tanque de combustível têm uma corrente de ferro arrastando no chão para descarregar as cargas elétricas que se aparecem devido ao atrito com o ar), quando no inverno você retira a sua blusa de lã também você consegue ouvir uns estalinhos (devido às faíscas). Essa eletricidade estática pode alcançar alguns milhares de Vol…

A triplice Coroa do Papa no final da idade média!

Imagem
A tríplice coroa dos Papas tomou forma final na Idade MédiaO Estado da Cidade do Vaticano tem um brasão. Ele se compõe com duas chaves cruzadas, a tiara pontifícia sobre fundo vermelho e a inscrição “Estado da Cidade do Vaticano” e uma estrela de oito pontas.

A tiara, também conhecida como “triregno” (literalmente tríplice reinado) está composta de três coroas e leva no topo um globo com a cruz.

É a coroa própria dos Papas.

É uma coroa única no mundo. E tomou sua forma praticamente definitiva durante a Idade Média.

Coroas semelhantes à tiara já foram usadas na Antiguidade, inclusive por egípcios, partos, armênios e frigios.

A origem mais remota dela está no Antigo Testamento. Deus disse a Moisés: “Farás também uma lâmina do mais puro ouro, na qual farás abrir por mão de gravador: ‘Santidade ao Senhor’. E atá-la-ás com uma fita de jacinto e estará sobre a tiara, iminente à testa do pontífice. E Arão levará sobre si. E sempre esta lâmina estará sobre a sua testa para que o Sen…

Jóias e Simboloos Medievais!

Imagem
O busto-relicário de Carlos Magno, Patriarca da Europa (741-814) O papel de Carlos Magno como autêntico edificador da Europa católica é ímpar, tendo ele lançado os fundamentos das nações européias mediante a fundação de um Império que veio a se tornar o Sacro Império Romano Alemão.

Deste patriarca da civilização européia e, mais especialmente, dos povos de língua germânica, conserva-se um busto-relicário na cidade de Aquisgrão.

Convêm lembrar que em certas dioceses do Norte da Europa está permitido o culto nas igrejas a esse imperador como Beato Carlos Magno, e se veneram suas relíquias.

No ano 800, o Papa Leão III recebeu Carlos Magno em Roma, e o proclamou Imperador Romano do Ocidente.

Com o Sacro Império de Carlos Magno nasceu a Europa como unidade de civilização, a Europa católica.

Seu poder, sua grandeza e sua glória eram reconhecidos além de suas fronteiras. Ele foi o árbitro supremo de toda a Europa cristã, o sustentáculo da Idade Média.

Carlos Magno foi o açoite de …

Castelos Medievais!

Imagem
Castelo da Garça Branca: delicado, nobre, uma obra de sonhos
A Idade Média foi uma era histórica bem definida no tempo e no espaço.

Começou com a queda do Império Romano em 476 d.C. e concluiu com a queda de Constantinopla nas mãos dos turcos em 1453, segundo alguns historiadores.

Para outros o fim coincide com a descoberta de América.


Entretanto, eis um lado dos mais delicados em matéria de medievalismo: a Idade Média vai além do seu espaço e de seu tempo. Ela permeia outras épocas. Permeia este III Milênio sem rumo.

Porque ela está de acordo com a natureza humana que não muda nem no tempo nem no espaço.

Um exemplo: o Japão pagão teve sua Idade Média, seu feudalismo, seus cavaleiros (os samurais), seu imperador, suas iluminuras. Faltou apenas o doce influxo do Evangelho e da Santa Igreja Católica.

Os frutos do feudalismo japonês, embora viciado de paganismo, foram múltiplos. Vejamos um caso típico:

Estamos diante de uma fortaleza feudal do Japão — o Castelo da Garça.

As muralhas, a…

A imigração Italiana no Brasil!

Imagem